terça-feira, 8 de dezembro de 2009

O poder dos sonhos

Descartes, aos vinte e dois anos, estava em Ulm, nos aquartelamentos de inverno do príncipe Nassau. Já se destacava como matemático, mas ambicionava ser filósofo; o progresso, porém, esquivava-se dele. Numa noite, teve um sonho:

Defrontou-se com fantasmas. Tão atemorizado, mal conseguia manter-se em pé; era obrigado a inclinar-se para a direita e para a esquerda para disfarçar a fraqueza. Tentava endireitar-se, mas um redemoinho o fez dar uma volta. A cada passo quase caía, até que, afinal, viu em seu caminho um colégio de portas abertas. Entrou em busca de abrigo e cura para seus males. Pensou em dirigir-se para a capela a fim de rezar, mas no caminho até a capela havia um conhecido que ele não gostaria de cumprimentar. Decidiu não ir, mas um forte vento o arremessou violentamente em direção à capela. Viu-se no meio do pátio, cercado de pessoas que estavam em pé normalmente enquanto que ele cambaleava”. Nesse ponto despertou, sentindo do de um lado do corpo. Voltou-se para o outro lado, pediu a Deus que o preservasse da má influência do sonho, adormeceu e imediatamente veio-lhe outro sonho, curto, mas assustador. “Acreditou ouvir estrondosa explosão, ou trovoada”. Assustado, despertou. Adormeceu novamente e teve mais um sonho: “Viu um livro sobre a mesa. Abriu-o e verificou ser um dicionário, o que lhe alegrou, achando que seria útil. Percebeu, então, que sua mão estava pousada sobre outro livro, uma coletânea de poemas de vários autores. O livro de poemas aparecia e desaparecia”.

O impacto desses sonhos foi tal que Descartes tentava interpretá-los sem sucesso. Freud deu sua explicação conduzindo pelo lado das fantasias sexuais. Raymond de Becker, disse que os sonhos foram uma iluminação para a unidade de todas as ciências o que não era próprio de cristãos. Jacques Maritain, não sabia interpretá-los mas afirmou que eles haviam sido estimulados no cérebro de Descartes por malignas influências.
Uma coisa é certa: esses três sonhos levaram Descarte ao unilaterismo das primeiras abordagens do filósofo. Certos ou errados, interpretados ou não, aqueles sonhos mudaram o rumo de sua vida!
- Brian Inglis -
;;;
Tenha uma boa semana!

10 comentários:

Anpara disse...

Olá! Passando para agradecer a visita! Muito bom o post!Saúde e Paz. O resto a gente corre atrás!

Brisa da Manhã disse...

Olá Nilza! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Beijos suaves da Brisa da Manhã

... Morgana disse...

Olá! Muito obrigada pela visita ao meu blog! Esse seu cantinho é muito bom! Beijos cintilantes da fada Morgana

Entre Amigos disse...

Olá! Feliz de ver seu comentário! Gosto de tê-la entre meus amigos! Atualizei... dá um pulinho lá! Bjks

Peregrina da Paz disse...

Oi Nilza! Muito bom o seu post! Fiquei feliz com a sua visita! Já atualizei! Beijos e Deus te abençoe!

Anjinho de Deus disse...

Olá Nilza! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Bom final de semana!Paz e Bem!

Samantha: disse...

A Paz de Jesus e o Amor de Maria! Tudo bem? Espero em Deus que sim! Muito bom esse seu post! Boa reflexão! Obrigada por sua visita! Atualizei agorinha!

Alexandra disse...

Obrigada pela visita! Um post maravilhoso! Seu blog é nota 10! Acabo de atualizar! Passa lá! Beijos.

Gracinda disse...

Muito obrigada por sua amável visita! Acabo de atualizar e estou te esperando! Paz, Luz e Harmonia!

Marizza Semeadora disse...

É muito gostoso chegar no blog e encontrar um comentário! Melhor que isso é vir retribuir e encontrar um post magnífico como este! Muito obrigada pela visita! O que você tem semeado? Aquilo que você semear, isso também colherá. Semeia para o Espírito e do Espírito colherá vida eterna. Deus te abençoe!Paz e Bem!